São José, Esposo de Maria

2

A festa da natividade de São José em 19 de março apareceu pelo ano 800 na França, mas desenvolveu-se principalmente nos séculos XIV e XV com o título de “José, esposo de Maria”. Pouco se conhece sobre sua vida nas menções dos Evangelhos. Mas são suficientes para destacar seu papel primordial na história da salvação.

Seu nome em hebraico significa “Deus acrescenta ou cumula de bens”. A celebração recorda seu caráter de “guarda fiel, ao qual foram confiados os inícios de nossa redenção”. Como esposo de Maria foi guia seguro e amoroso, defesa e amparo na pobreza do trabalho quotidiano e no sofrimento da perseguição, a qual o obrigou a fugir para o Egito.

Como pai de Jesus foi “servo prudente e fiel, colocado como chefe da família de Nazaré para proteger o Filho de Deus Pai, concebido por obra do Espírito Santo”. O fato de não ter sido conservada nenhuma palavra sua, mas que foi dócil à voz de Deus (Mt 1, 18 – 2,23) sugere seu silêncio adorante da vontade de Deus. Assim, depois de Maria, é considerado modelo e patrono da vida interior.

Rezamos a Deus Pai que nos dê “a mesma fidelidade e pureza de coração que animaram José no servir ao seu Filho Único”. Sua prontidão se vê nas indicações do Evangelho de Mateus: “Agiu conforme o Anjo lhe ordenara” (1, 24ss); “Levantou-se, tomou o menino e sua mãe e foi” (2, 21). Demonstra ainda obediência inspirada em grande fé. Pedimos sua proteção como chefe da família de Nazaré e da nova família de Deus, a Igreja.

O Papa Pio IX declarou-o Padroeiro da Igreja e Leão XIII propunha-o como advogado dos lares cristãos. O Papa Francisco recordou que “cuidar, guardar requer bondade, requer ser praticado com ternura. Nos Evangelhos, São José aparece como um homem forte, corajoso, trabalhador, mas, no seu íntimo, sobressai uma grande ternura, que não é a virtude dos fracos, antes pelo contrário denota fortaleza de ânimo e capacidade de solicitude, de compaixão, de verdadeira abertura ao outro, de amor. Não devemos ter medo da bondade, da ternura!”

Pe. Isaltino Dias
isaltinodias@hotmail.com

Conheça o histórico da Capela São José – Frei Damião

Links úteis

Outros Links