Nossa Senhora Aparecida

3

A celebração de 12 de outubro teve sua origem quando pescadores encontraram no rio Paraíba, no Estado de São Paulo, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição. Na passagem do governador das capitanias de São Paulo e Minas Gerais pela cidade de Guaratinguetá, no ano de 1717, os pescadores foram convocados para capturarem o máximo de peixes a serem oferecidos no jantar ao governador.

Dentre os pescadores se encontravam João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia. Ao iniciar o trabalho, nada conseguiram, até que João Alves apanhou na sua rede o corpo, sem a cabeça, de uma imagem da Virgem Maria. Lançando a rede outra vez, recolheu a cabeça da imagem. Daí em diante a pescaria rendeu tanto que os pescadores ficaram receosos de que o barco afundasse.

Logo se espalhou a notícia de que era um milagre de Nossa Senhora. A imagem foi levada para a casa de Francisco Pedroso, que uniu a cabeça ao corpo com cera de abelha. Lá rezavam o terço, cantavam hinos e passou-se a chamá-la Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A família de Francisco mudou-se para Porto do Itaguaçu, levou a imagem e construiu um oratório. A visita de peregrinos cresceu e se construiu uma igreja, inaugurada em 26 de julho de 1745. Em 1808 inaugurou-se outra maior. A imagem foi coroada solenemente em 8 de setembro de 1904 por ordem do papa Pio X.

A devoção a Nossa Senhora Aparecida aumentou a ponto dos bispos, reunidos no Congresso Mariano de 1929, pedirem ao papa que a declara-se padroeira principal do Brasil. Isto ocorreu no dia 16 de julho de 1930, por Pio XI. Em 4 de julho de 1980, o papa João Paulo II consagrou a atual basílica, que começou a ser construída em 1952 e anualmente recebe cerca de 12 milhões de peregrinos.

O papa Francisco em sua visita ao Santuário em 2013, afirmou: “Venho hoje bater à porta da casa de Maria, para que ajude a todos nós, os Pastores do Povo de Deus, aos pais e aos educadores, a transmitir aos nossos jovens os valores que farão deles construtores de um país e de um mundo mais justo, solidário e fraterno”.

Pe. Isaltino Dias
isaltinodias@hotmail.com

Conheça o histórico da Capela Nossa Senhora Aparecida – Jardim Eldorado

Links úteis

Outros Links