Arquivo da categoria: Slides

Festa SJT

Festa de São Judas Tadeu na Igreja Matriz

No próximo final de semana, acontece a Festa de São Judas Tadeu, na Igreja Matriz. De quarta à sexta-feira acontece o tríduo de preparação, com Santa Missa às 19h. Quinta-feira inicia a padaria da festa, seguindo até domingo.
Na sexta-feira, acontecerá às 20h um jantar em prol da reforma, onde será servido polenta com galinha. Ingressos podem ser adquiridos na secretaria com os participantes das pastorais.
No domingo, a Santa Missa da festa será às 10h30min, antecedida de procissão saindo da praça do colégio Irmã Maria Teresa às 10h.

Cartaz da Festa SJT

Curso de Liturgia1

Curso gratuito de Liturgia e inscrições online!

A Comunidade Nossa Senhora do Rosário, no Brejaru, convida a todos os interessados, para participarem do Curso de Liturgia que será oferecido a partir de outubro!
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local do curso ou online.
 
O programa previsto abordará, entre outros temas, as ideias centrais sobre Tempo Litúrgico, Rito da Missa e as Instruções Gerais do Missal Romano, os diferentes ritos na Liturgia bem como a ideia de Espaço Sagrado e os frutos espirituais alcançados por meio da beleza litúrgica e da participação do Mistério Eucarístico.
 
Inscrições online:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfE3GO-ftQiif_KvgxJhcU5LjU6ojE5keiNX7x0ilgJVSM_1Q/viewform
Curso de Liturgia
novos santos

Quem são os 7 novos santos da Igreja?

O Papa Francisco os canonizou neste domingo

OPapa Francisco presidiu na manhã deste domingo, 14, na Praça São Pedro, a canonização de sete novos santos da Igreja. Veja alguns dados biográficos sobre cada um deles:

1 – Papa São Paulo VI

João Batista Montini nasceu em Concesio, província de Brescia, norte da Itália, em 26 de setembro de 1897. Foi ordenado sacerdote diocesano em 29 de maio de 1920. Em 1937, foi nomeado substituto na Secretaria de Estado do Vaticano.

Durante a Segunda Guerra Mundial, promoveu assistência caritativa e hospitalidade aos perseguidos por Hitler, especialmente aos judeus. Foi também pró-Secretário de Estado para Assuntos Ordinários da Igreja. Em 1954, foi nomeado arcebispo de Milão e, em 1958, criado Cardeal. Em 21 de junho de 1963, foi eleito Sucessor de Pedro, assumindo o nome Paulo VI.

Entre as suas inúmeras ​​iniciativas, destacam-se a direção e aplicação do Concílio Vaticano II, as viagens apostólicas e o diálogo ecumênico e inter-religioso.

Acometido de uma doença muito breve, Paulo VI faleceu em Castel Gandolfo na noite de 6 de agosto de 1978. Ele foi beatificado em 2014 pelo Papa Francisco.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

2 – Santo Oscar Arnulfo Romero Galdámez

Oscar Arnulfo Romero nasceu em 15 de agosto de 1917, em Ciudad Barrios, El Salvador. Em 1942, recebeu a ordenação sacerdotal e, durante vinte anos, foi pároco na diocese de San Miguel. Em 1970 foi nomeado bispo auxiliar de San Salvador e, em 1977, arcebispo da capital do país.

Neste ínterim, uma grave crise política atingiu a nação e a levou à guerra civil. Ao constatar a onda de violência contra os mais fracos e a matança de padres e catequistas, dom Oscar Romero sentiu o dever pastoral de adotar uma atitude de fortaleza e defesa do povo oprimido.

Em 24 de março de 1980, foi assassinado enquanto celebrava a Missa. Em 2015, foi beatificado pelo Papa Francisco.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

3 – São Francisco Spinelli

Francisco Spinelli nasceu em Milão em meados de 1800. Ordenado sacerdote em 1875, começou a fazer apostolado entre os pobres da paróquia do seu tio, o pe. Pedro.

Em 1882, conheceu Catarina Comensoli, que queria ser religiosa de uma congregação que se dedicasse à adoração eucarística. Entre inúmeras vicissitudes, fundou um instituto junto com o pe. Francisco. A madre Comensoli fundou a Congregação das Irmãs Sacramentinas e Francisco Spinelli a das Irmãs Adoradoras do Santíssimo Sacramento.

As Irmãs Adoradoras têm a missão de adorar, dia e noite, a Jesus na Eucaristia, além de servir aos irmãos pobres e sofredores nos quais Jesus revela o seu Rosto. Em Rivolta d’Adda eles começaram a buscar Jesus entre os pobres, marginalizados, excluídos e idosos solitários para lhes dar assistência mediante escolas, oratórios e hospitais, entre outros meios ao seu alcance.

Francisco Spinelli faleceu em 6 de fevereiro de 1913. Foi beatificado por São João Paulo II em 21 de junho de 1992, no Santuário Mariano de Caravaggio.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

4 – São Vicente Romano

Nasceu em Torre del Greco, na Itália, em 3 de junho de 1751 e foi ordenado sacerdote diocesano em 1775. Seu ministério foi imediatamente caracterizado por uma atenção especial aos últimos e pelo compromisso com a educação de crianças e jovens.

Em 1794, quando a terrível erupção do Vesúvio destruiu quase toda a cidade, trabalhou pela sua reconstrução e criou a “rastreadora”, uma estratégia missionária para reunir, com o crucifixo na mão, alguns grupos de pessoas a quem fazia pregações e acompanhava à igreja para rezarem juntos.

Vicente Romano faleceu em 20 de dezembro de 1831 e foi beatificado, por Paulo VI, em 17 de novembro de 1963. Seus restos mortais são venerados na Basílica da Santa Cruz de Torre del Greco. O lugar do seu nascimento também é meta de peregrinações.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

5 – Santa Maria Catarina Kasper

Maria Catarina nasceu em 26 de maio de 1820 em Dernbach, na Alemanha. Para ajudar a sua grande família, trabalhou na lavoura, numa pedreira e numa tecelagem.

Em 1845, junto com algumas amigas, teve a ideia de fundar um instituto de religiosas para servir às classes sociais mais baixas. Três anos mais tarde, fundou a Casa das Pobres Servas de Jesus Cristo, congregação que se difundiu rapidamente e chegou às Américas e à Índia.

Um ataque cardíaco levou Maria Catarina Kasper a falecer em 2 de fevereiro de 1898. Ela foi beatificada por Paulo VI em 1978.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

6 – Santa Nazária Inácia de Santa Teresa de Jesus March Mesa

Nazária nasceu em Madri, na Espanha, em 10 de janeiro de 1889, mas, por motivos econômicos, teve de se mudar para o México com sua família. No navio em que viajavam encontrou algumas freiras da congregação das Irmãzinhas dos Idosos Abandonados. Em 1908 entrou neste instituto e, em 1911, proferiu os votos religiosos.

Foi enviada à Bolívia em 1920, onde fundou a congregação das Irmãs Missionárias da Cruzada Pontifícia, depois chamada de Missionárias Cruzadas da Igreja: seu carisma é servir aos pobres e, em especial, às mulheres necessitadas.

Em 1938, Nazária se mudou para a Argentina, onde instituiu várias obras em prol dos jovens e dos pobres.

Em condições precárias de saúde, Nazária faleceu em Buenos Aires em 1943 e foi beatificada por São João Paulo II em 27 de setembro de 1992.

CANONIZATION

Antoine Mekary | ALETEIA

7 – São Núncio Sulprizio

Núncio nasceu em 13 de abril de 1817 na província italiana de Pescara. Aos 6 anos de idade ficou órfão de pai e mãe. Confiado aos cuidados da avó materna, começou com ela a visitar Jesus na Eucaristia e a invocar a Santíssima Virgem Maria.

Após o falecimento da avó, Núncio foi viver com um tio que lhe ensinou a profissão de ferreiro, mas o trabalho duro e os maus tratos sofridos nas mãos do tio o fizeram adoecer. Acometido de tuberculose, transferiu-se para Nápoles, onde ficou internado e recebeu a tão desejada Primeira Comunhão. Mas a doença se agravou rapidamente: em 5 de maio de 1836, Núncio Sulprizio entregou a alma a Deus com apenas 19 anos de idade.

Em 1890, o Papa Leão XIII decretou as virtudes heroicas de Núncio Sulprizio e o propôs como modelo para os jovens. Em 1º de dezembro de 1963, Paulo VI presidiu a sua beatificação.

 

Via Aleteia

thumb

Catequese em ação: a importância do período da Mistagogia

A palavra Mistagogia ainda pode parecer estranha ou desconhecida para muitos fiéis católicos, porém este nome é dado ao quarto tempo da Iniciação à Vida Cristã. Com o significado de conduzir e introduzir nossas crianças ao mistério recém vivido da Eucaristia, a Mistagogia visa aprofundar e despertar nos catecúmenos a consciência da grandiosidade do verdadeiro encontro com a divindade do Corpo e Sangue de Cristo.
Com uma proposta um pouco diferente dos demais tempos, o quarto tempo propõe uma maior proximidade e conhecimento dos catequizandos com as diversas pastorais e movimentos da sua comunidade ou paróquia, como: ação social, CPC, ministério extraordinário da Comunhão Eucarística, coroinhas e grupos bíblicos. Este contato proporciona, além de bons testemunhos de fé, o verdadeiro significado de comunhão e vida em comunidade, onde somos um só corpo e uma só Igreja através da união com Jesus Cristo.
É necessário que entendamos essa comum união (comunhão) como algo fundamental para o fortalecimento da verdadeira Igreja de Cristo. Estamos inseridos em uma sociedade corrompida por falsas felicidades e valores, onde a fé e a verdade são constantemente atacadas nas escolas, mídias, falsas igrejas, partidos políticos e suas ideologias. Faz-se necessário, assim, que o processo de Iniciação à Vida Cristã supere todos esses obstáculos, e isso não é responsabilidade apenas de catequistas e pais, mas sim de todos os cristãos batizados na Igreja Católica.
Na comunidade do Jardim Eucaliptos, o tempo da Mistagogia é vivido por nove jovens que verdadeiramente procuram fortalecer sua fé em Cristo. Busca-se de forma próxima, participativa, alegre e responsável, realizar os encontros com o intuito de despertar e fortalecer a fé, deixando de lado as coisas do mundo. No dia 11 deste mês, o encontro foi conduzido pelo grupo de coroinhas da comunidade. Tal encontro proporcionou aos catequizandos conhecer e entender este belo e gratificante serviço prestado a Deus, além de incentivar nos mesmos a vontade de se tornar um membro do grupo de coroinhas.

 

Eliane Lorenzeth Mateus – Comunidade Nossa Senhora de Lourdes

pantocrator-2110961_960_720

Inspirados pela Palavra de Jesus Cristo, somos impelidos ao serviço missionário

Em toda a história da Igreja, a Palavra de Deus sempre ocupou um lugar fundamental. Ela foi comunicada aos homens e transmitida a eles – por intermédio dos que foram escolhidos e enviados pelo próprio Deus – para que se comunicassem entre si conduzindo e orientando a humanidade ao longo da história. No tempo oportuno, o Verbo se fez carne e veio habitar no meio de nós (Jo 1,14).
Deus, para salvar a cada um de nós, enviou seu Filho e Seu Filho enviou a Igreja, isto é, os Apóstolos e seus sucessores (cf. Mt 10, 16ss; Jo 20,21-23), com a missão de espalhar a Boa Nova do Reino de Deus pelo mundo. A missão dos apóstolos, e de todos nós que aderimos a Cristo, é continuar sua missão nesta terra. Que missão!

Capa

Difícil, árdua, mas muito bela; levar cada pessoa viver no Reino de Deus; reino de paz, de amor, de verdade, de justiça e de liberdade. Levar as pessoas a um dia viver eternamente com Deus no Céu. São Paulo disse que “olhos humanos jamais viram, ouvidos humanos jamais ouviram, e coração humano jamais sentiu o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. (1 Cor 2,9; Is 64,4).
A Didaquê, um documento cristão do primeiro século, dizia que: “Aquilo que a nossa alma é para o corpo, os cristãos são para o mundo”. Sem a alma o corpo não tem vida, sem os cristãos o mundo não tem vida. Por isso Jesus disse: “Vós sois o sal da terra” (Mt 5,13). “Vós sois a luz do mundo” (Mt 5,14). A luz do cristão, que é a Luz de Cristo, ilumina este mundo de trevas do pecado.
É o sal que dá sabor ao alimento e que o conserva. Só Cristo conserva a vida com sabor e com integridade. E Ele quer que os cristãos sejam os portadores e irradiadores dessa luz que ilumina as trevas e esse sal que dá sabor e vida.
Mas, para continuar a missão de Cristo, é necessário sermos semelhantes a Ele. Ele deixou claro que sem Ele não podemos fazer nada (cf. João 15,5). Por isso, o cristão só poderá ser o sal da terra e a luz do mundo se estiver repleto de Cristo. São Paulo era um gigante evangelizador porque tinha consciência de que não era ele quem vivia, mas que “Cristo vivia nele”, e lhe dava força e coragem de enfrentar muitas viagens, perseguições, açoites, prisões, etc..
E quem nos faz semelhantes a Cristo, repletos de Cristo, portadores de Cristo, é o Espírito Santo.
O Espírito de Jesus habita em nós para fazer-nos imagens de Jesus; esta é a vontade do Pai, que cada um de nós seja uma réplica de seu amado Jesus. E quem faz isso é o Espírito Santo. Ele nos leva a atingir o estado de homem perfeito, a estatura e maturidade de Cristo” (Ef 4,13). Os cristãos precisam estar cheios do Espírito Santo.

Fonte: Cléofas

images

O Cristão e a Missão

Os missionários anunciam sempre uma mensagem de salvação a todos; não somente os missionários que partem para terras longínquas, mas também nós, missionários cristãos que dizemos uma boa palavra de salvação. E este é o dom que Jesus nos confere mediante o Espírito Santo. Este anúncio consiste em dizer: “O Reino de Deus está próximo”. […]
A missão do cristão no mundo é maravilhosa e está destinada a todos, é uma missão de serviço, sem excluir ninguém; ela exige muita generosidade, mas acima de tudo o olhar e o coração voltados para o alto, a fim de invocar a ajuda do Senhor. Há grande necessidade de cristãos que testemunhem com alegria o Evangelho na vida de todos os dias. Enviados por Jesus, os discípulos “voltaram cheios de alegria” (v. 17). Quando nós agimos assim, o nosso coração enche-se de júbilo. E esta expressão faz-me pensar no modo como a Igreja se rejubila, se alegra quando os seus filhos recebem a Boa Notícia graças à dedicação de numerosos homens e mulheres que, quotidianamente, anunciam o Evangelho: sacerdotes — os bons párocos que todos nós conhecemos — religiosas, consagradas, missionárias, missionários… E pergunto-me, escutai esta pergunta: quantos de vós sentis o chamamento do Senhor para o seguir? Não tenhais medo! Sede intrépidos e levai aos outros esta tocha do zelo apostólico que nos foi transmitida por estes discípulos exemplares.

(Papa Francisco)

Chamada da Festa

Festa de Nossa Senhora do Rosário no Brejaru

A Comunidade Nossa Senhora do Rosário, no Brejaru, convida a todos para participarem da Festa em honra à Padroeira, que acontecerá no dia 09 de setembro.

A festa, já tradicional na localidade, busca manter viva a devoção ao Rosário e à Santíssima Virgem Maria. Os valores arrecadados serão destinados para a finalização da nova igreja, que será dedicada em dezembro do ano correte.

Confira a programação:

Cartaz da Festa Brejaru